terça-feira, setembro 30, 2008

o pior

Num ano em que sobem abruptamente o preço do petróleo e o preço da comida, em que a Rússia invade uma nação soberana aproveitando o reconhecimento europeu do Kosovo, e em que a "Europa" volta a entrar em crise sobre si mesma com o falhanço de mais um tratado constitucional, temos agora uma série de bancos americanos e europeus a irem à falência, a terem que ser comprados por outros a metade do valor ou a serem nacionalizados. Numa questão de meses, 1929 paira sobre as nossas cabeças. Eu acho que o Presidente Bush será lembrado como o pior Presidente de toda a história dos Estados Unidos da América. O pior dos piores se calhar não será o Iraque, contra todas as expectativas. O pior dos piores se calhar será esta crise financeira, que agora esta administração empedernidamente Republicana se vê obrigada a tentar salvar com um plano estatista. Será esta crise a enterrar finalmente o estatuto de "farol do mundo" da América, fruto das condições em grande parte criadas por esta administração.
Eu, que gosto muito da América e que gosto muito do mundo livre, espero estar redondamente enganada.

2 comentários:

Ó disse...

Uma coisa boa no meio de isto tudo, como disse o Richard Branson, é preciso que desapareçam os fracos do mercado para que se criem estruturas ainda mais fortes.

pp disse...

Ó LOL! Isso é mesmo vontade de ver coisas boas!

VIVA O NEO-LIBERARISMO! NOT!

24 anos, velha carcaça.